Companheiros

Lucy .. Tecnologia do Blogger.

Postagens populares

"Meu espírito dorme em algum lugar frio até que você o encontre e o leve de volta pra casa"
terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Ravnos Valley

Há séculos existe uma lenda de que quando esse mundo foi criado um belo lugar fora esquecido pelos Deuses sendo coberto pelo véu do tempo parando numa época, de grandes guerras   e duelos  por  soberania.
Mas longas eras se passaram e o vale envolto em brumas,  finalmente  estava sendo habitado novamente , por um pequeno grupo que  permanecia em  uma  antiga batalha  travada entre o bem eo mal , decidindo  entre si  que  ali seria um bom lugar para ter seu rebanho e sua fonte de alimentos  e assim  se instalaram.
 O Vale começou a ser habitado, e a prosperar  e  seus senhores já não precisavam  se afastar de casa para terem  alimento, ali mesmo caçavam,  e viviam tranquilamente  mas começou a gerar, terror pelas ruas da cidade.
Pois seus habitantes  sumiam de forma misteriosa ao cair da noite, nos primeiros anos ninguém ,  tinha estranhando mas  depois comeram a perceber  que em noites se lua e  brumas altas as pessoas sumiam muitas vezes em sua própria casa, sob  ou sobre suas camas.
O que começou gerar  medo e   caçadas noturnas, mas sem   bons frutos , assim  a vida continuava no belo vale  onde  a terra dos campos verdes e do céu anil, está muito além das brumas do tempo e da ilusão, onde mais uma vez, renasce de forma sutil ,nas águas cristalinas da fonte sagrada do coração.
Até queesse rumor  dos sumiços  são levados a um velho inimigo  dos Senhores daquela terra,  que reunindo seus discípulos veem que é hora  de  recomeçar  a antiga  caçada e numa noite, banhada pelo véu prateado  da lua cheia , um navio encalha nos bancos de corais, com o  enorme barulho ,  o ancião  desperta  de seu sono  sentando –se na cama, será que já estava na terra  onde os habitantes desapareciam sem  vestígio ? Um longo suspiro ele exala e levanta seu corpo cansado pegandoseu cajado, com passos lentos vai   até o convés, sentindo  a brisa fresca no seu rosto, muito tempo se passou desdá da ultima  batalha, mas enquanto   aquelas criaturas estivessem  sobre a terra com suas não  vidas  ele teria um  árduo combate  mas dentro de si  sabe  que está chegando sua hora.
Caminhaa passos lentos até a cabine e aproxima-se da enorme mesa de madeira e olha carta náutica  com um lugar assinalado no papel  gasto pelo tempo, comparando com as coordenadas  da bussola estava na  terra misteriosa.
Suspirousabendo que estava para recomeçar   uma caçada antiga  e necessária  mas muitos não  continuariam vivos para   seguir  em frente,  saindo da cabine  encaminha-se para  a proa  parando  ali na amurada  e  olhando em volta observando a bela ilha,sim aqui será um bom lugar... para  eles  se instalarem e espalharem  sua maldição, sem que ninguém percebesse o que ocorria  e  usando sua aguçada intuição sentiu que não havia perigo, naquele momento, aproveitaria  os sol nascente para   se instalarem  num ponto  discreto do valei e começar sua jornada.
Essa seria sua ultima missão, sentindo alguém perto,  e mesmo sem olha para   o lado sabe que é seu jovem discípulo, sorri ao  observar  seu olhar curioso, j á foi assim um dia, silenciosamente, vai em direção as cordas e soltando   a prancha do barco e a desce para então  pousar seus pés  descalços em terra firme  tinha que ver de perto a ilha, sentir sua essência  seu discípulo o acompanha, sem falar nada ...
O ancião parou ,abaixando-se  e pegou um punhado de  terra ,sentindo  tudo que havia naquele lugar de  bom e ruim .
-Mestre é aqui ? Pergunta o jovem caçador baixinho.
-Simé aqui.
O ancião por um momento parou:
-Sim estamos em RAVNOS VALLEY.
-Então senhor aqui começa a nossa batalha?
- Não começa meu filho mas recomeça, acorde a todos vamos enquanto é dia!
Assim foi feito o grupo de se instalou no lado oposto da  ilha, longe das dependências dos Ravnos sanguinários e  cruéis ,sabendo que logo seriam percebidos ali e recomeçaria  a grande batalha.
O grupo dos Hunters chegara ali para defender seus habitantes, e não sairiam  até todos os  Vampiros estivessem extintos.
Mas o velho ancião sabia que para seguirem  em segurança com sua  empreitada, teria de ter um grande sacrifício para   proteger seus  discípulos, pudessem  atuar  sem  nunca deixarem de existir  naquele vale
E na noite que estavam comemorando sua chegada  com uma grande  busca pelos  sanguinários Vampiros ele toma a decisão e  indo  em direção a floresta, só seu discípulo notou seu afastamento, foi atrás do seu mestre.
- Não!!!você fica aqui, tem muito trabalho para fazer no Clã.
Ele não tentou retrucar, sabia o que estava para acontecer.
- Eu o verei de novo?
- Sim, sempre, eu estarei aqui, meu espirito sempre estará com vocês.
E assim foi feito o ancião da sua vida a grande Mãe Terra para que ela traga  criaturas que ajudem aos seus discípulos.
Surgindo em 
Ravnos Valley seres que agiriam   em prol a proteção desta bela terra.
Dizem que em noites de lua cheia ou se alguma coisa está para acontecer, o espirito do Ancião aparece na floresta, ninguém sabe ao  certo quem era ele, nem seu verdadeiro nome.

ESSE É O GRANDE MISTÉRIO DE RAVNOS VALLEY

Existe um ditado no Sabá segundo o qual “pode ser melhor fazer um acordo com o próprio demônio do que barganhar com um Ravnos”. Você nunca vai se sair bem com nenhum dos dois.

Memórias

Memórias
Se algum dia tiver alguma historia a contar, pegue tinta,pena e papel,deixe sua alma falar através das folhas e após isso as jogue ao sabor do vento. Somente assim sua historia será lembrada por séculos ....